Dicas De Estamparia

Perfil de Cores pra trabalhar com sublimação – o que significa, ICC, em que lugar encontrar?

A paleta de cores pra sublimação se tornou assunto bem comentados no momento em que falamos de qualidade da arte final, diversas vezes danificada por falha nas cores.

Bem provavelmente você já teve o desafio de contornar a situação de quando imprime tons de pele na cor azulada ou laranjada, o logotipo de era pra sair verde ficou roxo, amarelo que ficou desbotado.

Entenda que estes incidentes são provocados por não ter achado o perfil de cores pra seus produtos de sublimação.

Por isso, caso tenha interesse em se aprofundar mais nestes assuntos, recomendamos que leia os artigos em nosso site oficial: http://chinelopersonalizado.emyspot.com/paginas/estampas-para-chinelos.html

Perfil-de-Cores-para-sublimar-768x403.png

De que forma as cores na impressão ficam diferentes das apresentadas na tela?

Antes de tudo, compreenda que a sua percepção das tonalidades do produto na tela de um notebook, Smartphone é totalmente oposta do que vemos quando o material é impresso.

O que isso significa? Veja os detalhes!

Temos duas formas de cores: RGB e CMYK

Perfil RGB
Trata-se de um perfil de cores aditivas baseado em luz fortemente usado em aparelhos eletrônicos: Notebook, Televisão e Celular.

As cores que vemos na tela destes aparelhos eletrônicos, são distorções de intensidade da luz avermelhada, Esverdeada e Azulada.

Pequenos pontinhos na tela criam uma variação e um mix destes três elementos de luz demostrando centenas de milhares de cores perceptíveis para nossos olhos. Podemos perceber que a quantidade de cor permitido de se demonstrar usando luz é bastante superior do o que Inter espaço de cores CMYK.

Perfil de Cor CMYK

Ao passo que RGB precisa de luz, o CMYK (Cyan – ciano / Magenta / Yellow – amarelo / BlacK – preto) usa o perfil de cor que está relacionado a tinta afim de demonstrar as cores num pedaço de folha de papel.

Todo e qualquer pontinho que faz parte da criação da imagem impressa se resume na mistura das tintas sublimaticas contidas no tanque da impressora.

Veja o vídeo abaixo para compreender melhor como funciona este processo.

As Cores Apresentadas no Telão e o Perfil da Cor nas Tinas (ICC)

Os grandes obstáculos acontecem pela razão de não ser permitido demonstrar com tinda a exata quantidade e detalhes de cor RGB. Isto é, você nunca vai conseguir imprimir as cores do perfil RGB.

Além do mais. a cor RGM é citada por meio da quantidade da cor vermelha, verde e azulada presente em sua fórmula. Lembrando que todas elas são capaz de variar no mínimo (muito preto) e máximo (extremamente intenso).

No momento em todas as cores chegam no estágio mínimo, obtemos o escuro. Ao passo que chegam no máximo, temos o branco.

A fim de compreender melhor, pende que você está desligando o seu notebook. Com este processo será desligado todas as variações das cores RGB dependentes de luz pra brilharem na tela.

A demonstração mais compreensível das cores é usando a escala de 0 - 255, assim podemos salvar no computador a cor usada.

Referência:
https://camisetadahora.wordpress.com/2018/03/15/sublimacao-e-design-de-estampas/
http://prensatermica.npage.de/estampaparaprodutossublimas.html
https://gitlab.com/estampaesublimacao
https://www.intensedebate.com/people/estampacamiseta

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License